Blog da ABCD

Vacinas: como lidar com as vacinas em pacientes em uso de imunossupressores ou de biológicos?

As vacinas com vírus inativo podem ser administradas em pacientes com doença de Crohn mesmo imunossuprimidos. Por outro lado, o uso de vacinas com vírus vivo deve ser evitado nos pacientes em uso de drogas imunossupressoras ou biológicas. Algumas vacinas têm o seu efeito prejudicado, quando administradas em paciente imunossuprimido. De uma forma geral, podemos esquematizar o uso de vacinas da seguinte forma:

  • Tríplice (tétano, diferia e coqueluche) – SIM, uma dose a cada 10 anos
  • HPV – SIM, em três doses em mulheres abaixo dos 26 anos
  • Influenza – SIM, anualmente
  • Pneumococo – SIM, em geral, em dose única a partir dos 65 anos ou a cada cinco anos em idade inferior
  • Hepatites A e B – SIM, considerar em todos os pacientes
  • Meningococco – SIM, se houver risco local de exposição
  • MMR – NÃO
  • Varicela – Zoster – NÃO
  • Febre amarela – NÃO

Vale lembrar que os pacientes precisam saber que todas as vacinas podem causar dor e inchaço no local da aplicação, sendo que algumas pessoas podem até manifestar febre e mal estar. Outras reações, sobretudo as alérgicas, são muito raras. As vacinas não aumentam as reações adversas dos imunossupressores e podem ser encontradas em clínicas particulares e na rede pública (SUS).

Fonte: Doença de Crohn – 50 FAq, de Sender j. Miszputen e Flavio Steinwurz

Leia mais sobre VACINAS http://abcd.org.br/vacinas-imuniz…-com-criterios 

Para receber a Revista ABCD em FOCO, por gentileza, preencha a ficha no link http://abcd.org.br/associe-se