Blog da ABCD

A Influenza e a DII

Também chamada de gripe, a influenza é uma doença do trato respiratório, contagiosa, causada pelo vírus da influenza, que pode causar indisposição branda ou grave e, às vezes, pode levar à morte. Algumas pessoas, inclusive as mais idosas, crianças pequenas e pessoas que apresentam certas condições de saúde têm um alto risco de sofrer graves complicações por causa da gripe. Você pode aprender mais sobre esses grupos de risco na página

http://www.saude.sp.gov.br.

A melhor forma de prevenir a gripe é tomar a vacina contra a gripe anualmente.

As Diretrizes para Imunização em Pacientes portadores de Doença Inflamatória Intestinal recomendam que a programação de imunização para pacientes com DII não deve, na maioria dos casos, divergir da programação
recomendada para a população geral de crianças e adultos. As diretrizes vigentes recomendam a aplicação de vacinas inativadas (onde os organismos foram mortos ou inativados por meio de calor ou substâncias químicas) contra pneumococos e gripe em pacientes imunossuprimidos (1). Portanto, é importante perguntar ao seu gastroenterologista, clínico geral ou outro profissional da saúde se você ou seus filhos portadores de DII devem ser vacinados contra a gripe, e também discutir os riscos em oposição aos benefícios. Os vírus da influenza propagam–se inicialmente por meio do contato direto (ex.: tosse ou espirro) com indivíduos que já estão gripados. As pessoas também podem ficar infectadas após tocar em algo – tal como uma superfície ou objeto – que contenha o vírus da influenza e, em seguida,encostar na boca ou no nariz. Em junho de 2009, a Organização Mundial de Saúde (OMS) anunciou que uma pandemia da nova gripe H1N1 estava para acontecer. O H1N1(conhecido no início da crise como “gripe suína”) é um novo vírus da influenza que está deixando as pessoas doentes. Este vírus foi detectado inicialmente em abril de 2009, nos Estados Unidos. O H1N1 está se propagando de pessoa para pessoa no mundo inteiro, muito provavelmente de maneira similar aos vírus da influenza sazonais normais.

Desde 2010, a vacina sazonal contra a gripe protege os pacientes contra as cepas comuns do vírus da influenza e também contra o vírus da gripe H1N1, de modo que é necessário tomar apenas uma vacina. Os pacientes submetidos a tratamentos com esteroides e imunossupressores (como a azatioprina, 6MP ou metotrexato) e a tratamentos biológicos (Remicade, Humira, Cimzia ou Tysabri) devem discutir com seu médico os riscos e benefícios da vacina, mas, via de regra, têm prioridade para o uso da mesma.

Segundo o trabalho de Iris Dotan ecolaboradores de Israel, publicado na Revista Inflammatory Bowel Disease; 2012, não existe evidência de imunodeficiência sistêmica intrínseca em pacientes com Doença Inflamatória Intestinal. Verificaram também que imunossupressores derivados da Tiopurina (Azatioprina e 6–Mercaptopurina) nas doses utilizadas para tratamento das doenças inflamatórias intestinais não mostraram efeito supressivo significativo nas respostas imunológicas celulares e humorais. Os pacientes que utilizam estas medicações respondem, portanto, adequadamente e de forma eficaz à vacinação.

A ABCD – Associação Brasileira de Colite Ulcerativa e Doença de Crohn, disponibiliza informaçõesgerais sobre a doença de Crohn e a colite ulcerativa, tais como esta ficha técnica. A ABCD não endossa os tratamentos ou vacinações específicos e sempre incentiva os pacientes a discutirem com seus médicos as suas opções de tratamento, bem como os riscos e benefícios associados.

A ABCD oferece importantes recursos para os portadores de doença de Crohn e colite ulcerativa: Informações,
orientação, apoio e as mais recentes informações clínicas e científicas sobre o assunto.
Saiba mais sobre a ABCD acessando www.abcd.org.br. Você pode se associar à divisão da sua região, fazer contato com outras pessoas portadoras dessas doenças e participar. Mas, principalmente, saiba que estamos à sua disposição sempre que precisar.

(1) Sands BE, Cuffari C, Katz J, Kugathasan S, Onken J, Vitek C, Orenstein W. Guidelines for Immunizations in Patients with Inflammatory Bowel Disease (Diretrizes para Imunização em Pacientes portadores de Doença Inflamatória Intestinal). Inflamm Bowel Dis. (Doença Inflamatória Intestinal). Vol. 10, nº 5, Setembro de 2004.
Fontes de Informação Adicionais:
Melmed Gil. Vaccination Strategies for Patients with Inflammatory Bowel Disease on Immunomodulators and Biologics (Estratégias de Vacinação para Pacientes portadores de Doença Inflamatória Intestinal submetidos a Imunomoduladores e Medicamentos Biológicos). Inflamm Bowel Dis. (Doença Inflamatória Intestinal). Vol. 15, nº 9, Setembro de 2009.
Ying Lu, Jacobson Denise, Bousvaros Athos. Immunizations in Patients with Inflammatory Bowel Disease (Imunização em Pacientes portadores de Doença Inflamatória Intestinal). Inflamm Bowel Dis. (Doença Inflamatória Intestinal). Vol. 15, nº 9, Setembro de 2009.